quinta-feira, 16 de outubro de 2008

O ladrão e a velha

Era uma vez, um ladrão que assaltou uma velhinha na rua. A velha deu um safanão ao ladrão atirando-o contra a parede. Daqui resultou um ferimento que o levou ao hospital.

Bruno Pereira

2 comentários:

bruno pereira disse...

Era uma vez um ladrão muito famoso com o nome Rato. Ele era muito procurado pelo estado porque desviava dinheiro das Finanças e da conta do Sócrates mas como sempre ninguém o apanhava. Um dia fala com o seu amigo e diz para ele – estou farto de estar sempre a desviar dinheiro das finanças e dos políticos. Vou mudar de trabalho é que este trabalho não tem agitação.
Diz o amigo – vai assaltar alguma bomba?
Diz o Rato – não sei. E muito arriscado porque pode parecer a policia e dar um tiro na bomba antes de mim e vai tubo pelo o ar.
Diz o amigo – vai assaltar alguém na rua? Assalta uma velhinha porque tem muito dinheiro
Diz o rato – não é boa ideia! Talvez eu faça isso. Vou pensar no assunto!
Diz o amigo – ta bem.
Ele ficou a pensar algum tempo e depois decidiu que iria fazer isso. Quando saiu de casa já era de noite mas tinha uma dúvida. Fala ele sozinho para si – vou assaltar uma velhinha com que?

bruno pereira disse...

Era uma vez um ladrão muito famoso com o nome Rato. Ele era muito
Procurado pelo estado porque desviava dinheiro das Finanças e da conta do Sócrates mas como sempre ninguém o apanhava. Um dia fala com o seu amigo e diz para ele – estou farto de estar sempre a desviar dinheiro das finanças e dos políticos. Vou mudar de trabalho é que este trabalho não tem agitação.
Diz o amigo – vai assaltar alguma bomba?
Diz o Rato – não sei. E muito arriscado porque pode parecer a policia e dar um tiro na bomba antes de mim e vai tubo pelo o ar.
Diz o amigo – vai assaltar alguém na rua? Assalta uma velhinha porque tem muito dinheiro
Diz o rato – não é boa ideia! Talvez eu faça isso. Vou pensar no assunto!
Diz o amigo – esta bem.
Ele ficou a pensar algum tempo e depois decidiu que iria fazer isso. Quando saiu de casa já era de noite mas tinha uma dúvida. Fala ele sozinho para si – vou assaltar uma velhinha com que? E foi perguntar ao seu amigo e disse-lhe
Diz o amigo -não sei? O que tiver a mão?
Diz o rato – esta bem.
Ele mal saiu de casa viu uma velhinha e decidiu assaltar e disse. - Passa o dinheiro todo, jóias, o que tiveres!
Diz a velhinhas – não tenho nada. Não queres pensar bem?
Diz o rato – não!
Então a velhinha pegou nele, e deu um safanão nele que ficou num oito onde foi para o hospital e disse – mais vale assaltar o Sócrates que pelo menos não faz nada.